Video

Linha do tempo: Estação São Conrado

Aos pés da comunidade da Rocinha, a Estação São Conrado vai beneficiar cerca de 61 mil pessoas por dia. Esta estação foi construída em rocha. Durante a escavação, foram identificadas rochas chamadas chamadas Biotita Gnaisse e Gnaisse Facoidal, que são os principais tipos que formam também o Morro Pão de Açúcar, com idades entre 1 bilhão e 541 milhões de anos.

Neste vídeo da campanha “Linha do tempo”, o engenheiro civil Evando Rezende Junior contar os detalhes dessa construção, ano a ano. A estação terá três acessos de passageiros: Estrada da Gávea, altura do supermercado Extra, Avenida Niemeyer, em frente à Igreja Universal da Rocinha, e Avenida Aquarela do Brasil. Destaque para a iluminação natural nas áreas de bilheterias e catracas. Veja só!

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Estações valorizam iluminação natural

Projetadas com conceito arquitetônico e sustentável que valoriza a claridade e a beleza do céu azul carioca, as Estações São Conrado e Jardim Oceânico, na Barra da Tijuca, vão privilegiar iluminação natural nas áreas de circulação de passageiros. Ambas as estações terão janelões de vidro, tornando o ambiente subterrâneo mais agradável e harmônico.

Estação Jardim Oceânico

Na Estação Jardim Oceânico haverá ainda ventilação natural. Lá, optou-se por um projeto com fendas laterais a 12 metros de altura do mezanino, onde ficam as bilheterias e roletas, e um arco de 68 metros de comprimento e 10,7 metros de largura construído no vão central da superfície da estação, chamado de “céu estrelado”. Ali há mais de uma centena de pontos de captação de luz natural. Feito em concreto, do lado de fora, este arco formará um telhado verde (ecotelhado), que tem a vantagem de promover isolamento térmico no subsolo e garantir um diferencial estético e ambiental.

sco

Em São Conrado, os acessos de passageiros ganharam claraboias de 16 metros de diâmetro sobre as áreas das bilheterias e catracas. Pelo teto envidraçado, a luz solar vai iluminar o espaço a 16 metros de altura e dar mais vida aos acessos à estação subterrânea.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Linha 4 constrói mais de 2km de ciclovias

Metrô e bicicleta são dois meios de transporte que colaboram para a redução do trânsito nas cidades e com o meio ambiente. Por isso, a pedido da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMAC), a Linha 4 está construindo 1,2Km da ciclovia que ligará o Pontal às Vargens, no Recreio. A obra integrará o Corredor Verde da cidade, levando os ciclistas até a região dos Jogos Olímpicos, segundo a SMAC. Ao todo, serão 5,4 Km desde a Estrada do Pontal, próximo à ponte do canal do Rio Morto, passando sob a Avenida das Américas, na altura do Shopping Recreio, até a Estrada dos Bandeirantes.

O projeto de reurbanização do entorno das estações São Conrado e Jardim Oceânico também inclui ciclovias compartilhadas, como parte do plano de expansão das áreas para circulação de bicicletas no Rio. Em São Conrado, a Linha 4 vai implantar 300 metros de ciclovia entre a Avenida Niemeyer e a Estrada da Gávea. Já no Jardim Oceânico, serão cerca 800 metros na Avenida Armando Lombardi, entre a ponte de veículos que deixam o Itanhangá e o edifício Barra Life, próximo a um dos acessos de passageiros da estação, que também estará conectada ao sistema BRT.

bicirio

biciRio 2015 - Reforçando atenção especial ao tema, o Consórcio Linha 4 Sul patrocina, pelo segundo ano, o Fórum Internacional da Mobilidade por Bicicleta (biciRio 2015), evento que integra a Semana do Dia Mundial Sem Carro, organizado pela Prefeitura do Rio, entre os dias 20 e 22 de setembro.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Telhado verde começa a ser construído na Estação Jardim Oceânico

Estrutura de concreto ficará no vão central da estação, com pontos de captação de luz natural

A Estação Jardim Oceânico, na Barra da Tijuca, começa a receber o seu céu estrelado: uma solução arquitetônica que valoriza a iluminação e ventilação naturais. Trata-se de um arco no vão central da superfície da estação. Feito em concreto, do lado de fora, este arco formará um telhado verde. Para os passageiros, a impressão dentro da estação será de um céu estrelado. Haverá mais de uma centena de pontos de captação de luz de natural.

A previsão é de que o arco esteja finalizado em julho, uma vez que a laje de teto da estação foi concluída e reaterrada. Em fase de acabamentos, as plataformas de embarque e desembarque recebem piso de granito e no rabicho – área de manobra que permitirá a futura expansão da Linha 4 em direção ao Recreio – os trilhos estão sendo instalados.

Telhado verde

No canteiro central da Avenida Armando Lombardi haverá um gramado florido, que cobrirá toda a extensão da estação multimodal com vegetação e mudas de árvores. Sobre o arco estará o telhado verde, conhecido também como ecotelhado, que tem a vantagem de promover isolamento térmico no subsolo e garantir um diferencial estético e ambiental.

 

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Estudantes participam de Programa de Educação Ambiental

Conscientizar jovens e crianças sobre a importância de preservar o planeta. Com este intuito, o Consórcio Linha 4 Sul está promovendo uma série de atividades em seis escolas públicas do Rio, no mês em que é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente (05/06). “Fazemos ações nos colégios participantes do programa Escolas Sustentáveis. Oferecemos peças teatrais, confecção de jardim suspenso, canteiro com flores e temperos e levamos as crianças para o Jardim Botânico. É muito gratificante ver o retorno dos alunos. Eles elogiam e levam as informações para casa”, diz Isabela Gonçalves, educadora ambiental do CL4S. Cerca de 60 livros do projeto Biblioteca em Movimento foram doados para as escolas participantes do programa.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Semana do Meio Ambiente: sustentabilidade, reciclagem e reflorestamento

Conscientização ambiental é um dos compromissos da Linha 4, que ligará a Barra ao Centro em 34 minutos. Aqui no blog você pode conhecer as ações da nova linha de metrô em prol do meio ambiente.

Localizada na Barra da Tijuca, a Estação Jardim Oceânico contará com um ecotelhado. Já a Estação São Conrado tem um teto envidraçado que valoriza a luz solar e a entrada de claridade natural na estação.

Além disso, a obra reaproveita material para fabricar tijolos, já plantou quase 6 mil mudas de árvores e apoia um projeto que destina à reciclagem o óleo residual de fritura coletado em ecopontos instalados em ilhas da Barra da Tijuca.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Semana do Meio Ambiente: uso consciente de água na Linha 4

Na próxima sexta-feira, 5 de junho, será comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente. Durante esta semana, vamos destacar as ações sustentáveis implantadas pela Linha 4 do Metrô.

As obras contam com estações de tratamento de efluentes e já reaproveitaram cerca de 200 milhões de litros de água. Na estação Antero de Quental, a água dos aparelhos de ar condicionado é reutilizada na limpeza de caminhões, rega de plantas, lava-botas dos funcionários, entres outros serviços.

Confira em nossa playlist no Youtube as outras iniciativas que evitam o desperdício de água nas obras da Linha 4 do Metrô.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...
Video

Linha 4 promove programa de conscientização do uso da água em escolas públicas

Técnicos ensinam alunos a fazerem sistema de captação de água da chuva

Na semana do Dia Mundial da Água, comemorado em 22 de março, a Linha 4 iniciou um programa de educação ambiental em escolas públicas para conscientização do uso responsável da água. Até o dia 8 de abril, escolas municipais e estaduais no entorno das obras e também em outros pontos da cidade recebem técnicos de Meio Ambiente que explicam a importância do uso consciente do recurso. Os técnicos ensinam aos estudantes como funciona um sistema de captação da água da chuva, para reuso. Seis escolas participantes do projeto ganharão cisternas de 200 litros até o dia 5 de junho, data que será comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente.

Assista ao vídeo e confira a ação nas escolas:

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...
Video

Reaproveitamento de toda a água utilizada nas obras da Linha 4 é destaque na imprensa

Ao longo desta semana, as ações sustentáveis de reutilização de água nas obras da Linha 4 do Metrô foi tema de reportagens na imprensa do Rio de Janeiro. O reaproveitamento de 100% da água para a lavagem dos caminhões, limpeza dos canteiros, entre outros serviços, foi pauta em veículos como O Globo, RJTV, G1, O Dia, Band, dentre outros.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...