Obrigado!

Com conclusão das obras entre a Barra e Ipanema, a Concessionária Rio Barra passou a responsabilidade da Linha 4 do Metrô para a Concessionária MetrôRio, que já opera o novo trecho.

Para informações e dúvidas sobre operação, horários de funcionamento, baldeação e uso do bilhete olímpico, entre outras questões: 0800 595 11 11 ou https://www.metrorio.com.br/.

Aqui neste espaço, você consegue relembrar os desafios e curiosidades da construção da Linha 4.

Para acessar nosso último informativo, clique aqui.

A você que nos acompanhou até aqui, obrigado!

capa_informe

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Linha 4 é inaugurada

A Linha 4 do Metrô foi inaugurada neste sábado (30/07), antes dos Jogos Olímpicos, dentro do cronograma previsto pela engenharia. A viagem inaugural reuniu autoridades, que embarcaram na Estação Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, e fizeram o trajeto de 13 minutos até a Estação Jardim Oceânico, na Barra da Tijuca. Participaram da solenidade o presidente interino Michel Temer, o governador em exercício Francisco Dornelles, o governador Luiz Fernando Pezão e o prefeito Eduardo Paes.

Quer fazer um tour em 360° pelas estações e túneis da Linha 4 do Metrô? Clique aqui.

“A Olimpíada deixa um legado para o Rio. Ela foi um grande pretexto para melhorar os serviços da cidade. A Linha 4 é um exemplo concreto porque vai fazer as pessoas se deslocarem mais rapidamente até suas casas”, disse o presidente interino.

O governador Pezão agradeceu aos mais de 10 mil colaboradores e às empresas envolvidas no projeto, exaltando a tecnologia avançada e os desafios superados nesta construção de alta complexidade técnica.

_R__9914-4

Cerca de 200 jornalistas do Brasil e do exterior acompanharam a inauguração da Linha 4, um sonho da cidade há mais de 30 anos. Ao fim do evento, os profissionais da imprensa visitaram todas as estações da nova linha, acompanhados do secretário estadual de Transportes, Rodrigo Vieira.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Trens simulam operação nos Jogos

Com o fim dos testes de circulação dos trens no chamado eixo olímpico, as seis composições do metrô que serão utilizadas durante o período dos Jogos agora circulam em ‘marcha em branco’, uma espécie de simulação da operação sem passageiros.

trem_antero

A fase de testes ocorreu durante as madrugadas do mês de junho e julho, em paralelo à conclusão das obras. Já a etapa atual prevê o treinamento da equipe de profissionais, a checagem de tempo do percurso entre as estações, a abertura e fechamento de portas, e aceleração dos trens.

Padrão internacional de segurança

Na reta final das obras da Linha 4, a Estação Jardim de Alah, no Leblon, será apresentada na próxima semana. Os serviços de acabamento estão sendo finalizados: pintura do teto e instalação de equipamentos de som e monitores, por exemplo, além da limpeza. O entorno também passa por reurbanização.

De acordo com o cronograma do Governo do Estado, a Linha 4 do Metrô entra em operação no dia 1º de agosto, antes dos Jogos Olímpicos, conforme planejado durante a execução das obras. Para sua implantação e funcionamento, o Governo do Estado e os consórcios construtores adotaram a norma mais rigorosa para funcionamento de metrô no mundo, a americana NFPA-130.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Barra da Tijuca: retornos subterrâneos liberados ao trânsito

Atenção, motoristas! Os dois retornos subterrâneos do ‘Novo Viário’ da Barra da Tijuca, construídos ao lado da Estação Jardim Oceânico, estarão liberados ao trânsito nos próximos dias 22 e 24 de julho, no início da manhã. Nesta sexta-feira (22/7), a pista que leva os veículos de volta ao sentido Zona Sul da Avenida Armando Lombardi já pode ser utilizada. No domingo (24/07), é a vez do retorno sentido Recreio.

As pistas elevadas e a passagem de pedestres estavam em funcionamento desde fevereiro. Estes retornos funcionarão como alternativa aos retornos existentes sob o Elevado das Bandeiras e a ponte de acesso à Avenida das Américas, que hoje recebe todo o fluxo.

Construído pelo Governo do Estado do Rio, através do Consórcio Construtor Rio Barra, responsável pelas obras da Linha 4 na região, o ‘Novo Viário’ atende a uma antiga demanda dos moradores e vai contribuir com a fluidez do trânsito na região. A liberação das pistas é coordenada pela CET-Rio. Operadores de trânsito auxiliam os motoristas no local.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Praça é reaberta à população

O contagiante sorriso estampado no rosto do jovem Guido Garcez, 20 anos, poderia muito bem marcar a reabertura oficial da Praça Antero de Quental, no Leblon, no sábado, dia 16. Portador de deficiência, ele se divertiu e aprovou, junto com a sua cuidadora Veronica Nunes, o balanço adaptado para cadeirantes instalado no novo parquinho. “Eu achei ótimo e ele também adorou. Nunca tinha visto um desses. Essa praça é a vida do Guido, que sempre veio brincar aqui”, revelou Veronica.

Praça foi reurbanizada e recebeu moradores

Praça foi reurbanizada e recebeu moradores no sábado

Consórcio Linha 4 Sul instalou balanço adaptado no parquinho

Consórcio Linha 4 Sul instalou balanço adaptado no parquinho

O balanço adaptado não foi a única novidade do parquinho infantil da praça, entregue à população no último sábado, dia 16. O espaço, que ganhou brinquedos de madeira, como escorrega e trenzinho e, foi o ponto preferido da criançada.

Os moradores do Leblon e aqueles que passavam pelo local se encantaram com a apresentação das crianças do projeto Ação Social pela Música, que fizeram um concerto de pouco mais de uma hora arrancando aplausos e elogios a cada canção. “Eles são maravilhosos. É um espetáculo”, comentou a psicóloga Henriette Sigres, de 69 anos, que fazia questão de registrar pelo celular a apresentação e cada detalhe da praça para mandar para a filha.

Crianças do projeto Ação Social pela Música fizeram concerto

Crianças do projeto Ação Social pela Música fizeram concerto

Expectativa pela inauguração do metrô

Ela e o marido, o norte-americano Gerald Heigen, moram na General Urquiza e ficaram felizes com a nova Antero de Quental. “Adorei! Ficou tudo ótimo! Espero que as pessoas conservem ela. Estou muito grata!”, disse. O esposo, de 73 anos, acompanhou de pertinho as etapas da construção da estação do metrô no bairro. “Eu tenho registros fotográficos de desde o começo das obras, desde quando colocaram os primeiros tapumes. Ficou o máximo!”.

Há alguns anos, os dois decidiram substituir o carro pelo transporte público e estão na expectativa. “Com o metrô na porta de casa já está melhor. Fizeram um grande trabalho”, completou Henriette.

Morador de Curitiba, mas com um apartamento no Leblon, o engenheiro civil André Volpi e o filho Francisco, de 1 ano, vêm com frequência ao Rio e já adotaram a Antero de Quental. “Está tudo muito lindo! Não é possível que alguém reclame disto aqui. A expectativa agora é descer”, disse, referindo-se a Estação Antero de Quental que vai beneficiar cerca de 35 mil pessoas por dia, segundo a demanda estimada.

Academia da terceira idade

O mecânico Luís Barbosa de Lima mora no bairro há quase 50 anos e estava com saudades do espaço. Foi se exercitando em um dos aparelhos que ele aprovou a nova Antero de Quental: “O Leblon estava precisando disso de volta. A praça estava muito abandonada antes das obras. Os aparelhos para a terceira idade também estão todos aprovados e a praça está muito bonita”, elogiou.

Área destinada à terceira idade ganhou novos equipamentos

Área destinada à terceira idade ganhou novos equipamentos

Quem também aprovou a praça, que ficou bastante movimentada pela manhã, foi o advogado Rafael Lima. “Está maravilhoso! Tudo lindo e muito melhor do que o esperado. Minha filha também gostou tanto que já está doida para voltar ao parquinho”.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Trânsito volta ao normal no Leblon, neste sábado

Avenida Ataulfo de Paiva será totalmente liberada

Os canteiros de serviços da Linha 4 do Metrô instalados nas ruas do Leblon, na Zona Sul, já começaram a ser desmontados, e o trânsito voltará à circulação normal em Ipanema e Leblon neste sábado, dia 16, quando a Praça Antero de Quental também será devolvida à população. O trânsito será totalmente liberado em trechos que haviam sido ocupados, como as avenidas Ataulfo de Paiva e Borges de Medeiros. As vias que tiveram inversão de mão voltarão a operar como antes das intervenções. O estacionamento nas ruas também volta a ser permitido, em trechos pré-determinados, de acordo com a legislação municipal.

Confira como fica o trânsito

Confira como fica o trânsito

Os ajustes no tráfego foram definidos pela CET-Rio, que coordena a operação de retorno do trânsito à normalidade nos bairros. Haverá ainda ajustes em relação às linhas do BRS e paradas de ônibus e Metrô na Superfície na região. Operadores de trânsito vão auxiliar motoristas e pedestres.

Fique atento aos pontos de ônibus

Fique atento aos pontos de ônibus

Veja o que muda no Leblon e em Ipanema

Vias Liberadas o tráfego:

· Av. Ataulfo de Paiva

· Acesso Av. Visconde de Albuquerque para Av. Ataulfo de Paiva

· Acesso da Av. Niemeyer para Av. Visconde de Albuquerque

· Av. Borges de Medeiros, entre Lagoa e Delfim Moreira

Vias com alteração de sentido de tráfego:

. Ruas Sambaíba: sentido subida para o Alto Leblon

. Rua Professor Azevedo Marques: sentido Visconde de Albuquerque

. Rua Jerônimo Monteiro: sentido Praia

· Av. Borges de Medeiros, entre Lagoa e Delfim Moreira: sentido Praia.

· Av. Borges de Medeiros entre Prof. Antônio Maria Teixeira e Lagoa : sentido Lagoa

· Av. Epitácio Pessoa, entre Vieira Souto e Lagoa: sentido Lagoa.

· Rua Henrique Dumont, entre Vieira Souto e Barão de Jaguaripe: sentido Praia.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...
Video

Testes contra incêndio ocorrem pela 1ª vez no sistema metroviário do Rio

Veja como foi a simulação na Estação Jardim Oceânico, na Barra

Os testes nos sistemas de prevenção e combate a incêndio, que ocorrem pela primeira vez no sistema metroviário do Rio, começaram nesta terça-feira (05/07) pela Estação Jardim Oceânico, na Barra. Foram simulados quatro cenários de incêndio: em dois pontos diferentes nos trilhos, no mezanino e na plataforma da estação.

Simulação usou máquina de gelo seco - Fotos: Henrique Freire

Simulação usou máquina de gelo seco – Fotos: Henrique Freire

Para a realização dos testes, foram utilizadas quatro máquinas de fumaça cenográfica com gelo seco, semelhantes às usadas em festas e boates. Dez ventiladores foram acionados individualmente e ao mesmo tempo, extraindo a fumaça pelas torres de ventilação da estação. Por monitores das salas de operação, os técnicos puderam observar o funcionamento do sistema de extração, dos ventiladores e até o percurso da fumaça. Todo o sistema funcionou como previsto, com resultado positivo para a simulação.

Técnicos puderam avaliar até o percurso da fumaça

Técnicos puderam avaliar até o percurso da fumaça

A fumaça cenográfica usada nos testes não é tóxica à população e a animais domésticos, não havendo qualquer relação com incêndio. As simulações ocorrem até dia 16/07, veja o cronograma aqui.

Assista ao vídeo:

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Integração aos moradores as ilhas da Barra

Os barcos que deixam as ilhas Primeira e da Gigóia, na Barra da Tijuca, poderão atracar em um deck que está sendo construído pelo Consórcio Construtor Rio Barra, responsável pelas obras da Linha 4 do Metrô na região, nos fundos de um dos acessos de passageiros da Estação Jardim Oceânico. Garantindo integração com a nova linha e acessibilidade para os moradores das ilhas, haverá uma rampa até a pracinha onde fica a estação, na Avenida Armando Lombardi, próximo à Unimed.

deck

O deck faz parte do projeto de reurbanização do entorno da estação e foi aprovado pelo Centro de Arquitetura e Urbanismo da Secretaria Municipal de Urbanismo. Na pracinha, já estão instalados os novos bancos e bicicletários. Haverá ainda uma academia para a terceira idade.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Praça Nossa Senhora da Paz é devolvida à população

A Praça Nossa Senhora da Paz, no coração de Ipanema, foi devolvida à população, neste sábado, dia 28 de maio, com atividades para crianças e apresentações do grupo de teatro infantil Fabuloso Quintal de Histórias e da Banda de Ipanema. Durante toda a manhã, a praça ficou cheia. Com a conclusão das obras da Estação Nossa Senhora da Paz, todos estavam ansiosos para ver como a praça ficou.

IMG_20160528_094354473_HDR

O casal Maria Alice e José Paulo Ramagem, de 80 e 87 anos, caminharam pela praça relembrando os 53 anos de casados e toda uma vida no bairro. Maria Alice viveu com os pais em uma antiga chácara em frente à praça e estava feliz com a reabertura do espaço e a chegada do metrô. O marido também ficou satisfeito.

“Nos conhecemos em Ipanema e esta praça é muito querida. Achei que ficou mais bonita que no meu tempo de garoto. Continua arborizada e está cheia de vida outra vez” afirmou José Paulo.

IMG_20160528_093855430_HDR

O espaço é tombado e foi entregue conforme orientação do Instituto Rio Patrimônio da Humanidade (IRPH). O Consórcio Linha 4 Sul instalou novos brinquedos de madeira, em substituição aos antigos brinquedos de ferro.

IMG_20160528_094153910

Há bancos e bicicletários novos e iluminação reforçada. Durante as obras, 75,6% das árvores existentes na praça permanecem intactas. As espécies que precisaram ser transplantadas retornaram aos seus locais de origem e aquelas que, devido às características, não puderam ser cultivadas fora da praça, foram substituídas por novos exemplares. Houve ainda novos plantios de árvores. O monumento a Pinheiro Machado, que foi restaurado, também voltou ao local original da praça.

IMG_20160528_093705139_HDR

A reabertura da praça foi possível devido à conclusão das obras civis e dos serviços de acabamento da Estação Nossa Senhora da Paz da Linha 4 do metrô. Agora, a estação segue com a finalização da instalação de sistemas e dos testes operacionais.

O aposentado Irineu Francisco, de 58 anos, levou sua cadelinha Virinha para aproveitar o novo espaço destinado aos cães. “A praça ficou bonita. Foi restaurada e não perdeu suas características. Frequentava diariamente com a minha cachorra e estava com saudades”, disse ele.

IMG_20160528_093834597

O cirurgião dentista Marcelo Lacerda, de 48 anos, passava de bicicleta e não resistiu: “Como morador, acompanhei as obras e estava aguardando a reabertura da praça, que está muito bonita. Agora, estou ansioso para utilizar a nova linha de metrô”, comentou.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Mais de 5 mil pessoas visitaram as obras da Linha 4

A complexidade da Linha 4 do Metrô, a maior obra de infraestrutura urbana da América Latina, desperta a curiosidade de estudantes de engenharia e visitantes de todo o mundo. Desde o início da obra, mais de cinco mil pessoas visitaram os canteiros das futuras estações, entre eles pelo menos mil universitários estrangeiros – americanos, japoneses, mexicanos, franceses, chineses, noruegueses e quenianos.

Placas no subterrâneo

No subsolo, para que todo esse público tenha uma ideia de por onde está caminhando, em relação à superfície, o Consórcio Linha 4 Sul instalou placas de ruas ao longo dos túneis da Zona Sul. A sinalização, entre as estações General Osório e Jardim de Alah, mostra os nomes das ruas que passam lá em cima.

Placa rua II túnel Linha 4 - Fotos Henrique Freire

Inédita, a iniciativa precisou do auxílio de topógrafos para a identificação das localizações exatas. Ao todo, são 13 placas indicando a passagem pelas ruas de Ipanema, como Maria Quitéria e Aníbal de Mendonça. O Governo do Estado gostou tanto da ideia que determinou que a sinalização seja mantida após a conclusão das obras. Desta forma, os futuros passageiros da Linha 4 poderão ver as placas de dentro dos trens.

Placa rua IV túnel Linha 4 - Fotos Henrique Freire

As visitas ocorrem normalmente no último domingo de cada mês e, com a reta final das obras, as próximas serão as últimas turmas. Para se inscrever, basta ligar para telefone 0800-0210620.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...