Video

Estação Jardim de Alah está pronta

Local terá bicicletários e decoração colorida

Serão pouco mais de 11 minutos de viagem entre o Leblon e a Barra da Tijuca, graças à futura Estação Jardim da Alah, construída sob a movimentada Avenida Ataulfo de Paiva. Para o Centro, o passageiro levará 22 minutos. Com a entrega desta estação, o chamado eixo olímpico está pronto e a nova linha será inaugurada no próximo dia 30 de julho.

Quem usufruir desta estação perceberá que seus acessos têm estruturas metálicas com design moderno e padronizado, como as demais da Linha 4. Os vidros receberam tratamento especial com película antirresíduo, o que contribui para o conforto térmico, a visibilidade dos passageiros e integração com o paisagismo do entorno. A estação passou por estudo de cromatização e ficou bem colorida. Há detalhes como árvores de ferro recortado com móbiles que remetem a frutos e se movimentam, guarda-corpo de vidro e corrimão de aço inoxidável com leitura em Braille.

Crédito: Henrique Freire

Crédito: Henrique Freire

Por dia, a previsão é de que 20 mil pessoas circulem pelo local. Jardim de Alah terá dois acessos: um na esquina das avenidas Borges de Medeiros com Ataulfo de Paiva e outro na própria Ataulfo de Paiva, próximo à Rua Almirante Pereira Guimarães. Ambos têm bicicletários para estimular, entre os usuários do metrô, a integração de modais. Ao todo, aliás, a Linha 4 oferecerá 300 vagas para as ‘magrelas’ nos acessos de passageiros de todas as suas estações.

Para relembrar

Foi nesta estação que o ‘Tatuzão’ chegou, em julho de 2015, em uma solução inédita para a engenharia brasileira, pelo método breakthrough submerso. À época, parte da estação foi preenchida com água para equilibrar a pressão do terreno e garantir que a máquina alemã continuasse operando em ambiente similar ao que estava sob o canal do Jardim de Alah. Mundialmente empregada em obras de metrô, foi a primeira vez que a técnica foi utilizada no Brasil.

tbm jal

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...
Video

Antero de Quental está pronta

Estação do Leblon vai beneficiar 35 mil pessoas/dia

Morador do bairro do Leblon desde a infância, o aposentado Elias Carneiro, de 58 anos, está em contagem regressiva para começar a usar a Linha 4 do Metrô. Ao longo desses anos, ao entrar e sair de casa, acompanhava a movimentação no canteiro de obras da Estação Antero de Quental pensando na economia de tempo, quando precisar ir aos seus compromissos no Centro da cidade.

Passageiros como o Elias vão levar apenas 23 minutos até a Carioca, partindo da Estação Antero de Quental, cujas obras estão concluídas.

O médico anestesista Carlos Amaral, de 64 anos, mora em Friburgo, mas escolheu o coração do Leblon para passar os fins de semana com a família, em um apartamento em frente à praça. Ele pretende usar a nova linha para o lazer.

“O metrô vai ser muito útil, facilitará o acesso a outros bairros, que hoje são muito difíceis de se chegar por meio rodoviário, como a Barra”, avalia. “O Rio deveria ser coberto por metrô em todas as suas regiões, para reduzir o trânsito e facilitar a vida das pessoas”.

Nesta sexta-feira, dia 15, a estação foi apresentada à imprensa, inclusive estrangeira. Com a conclusão das obras civis e dos serviços de acabamento, a estação segue com a finalização da instalação de sistemas e testes operacionais.

antero

Serão dois acessos na praça – um voltado para a Avenida Bartolomeu Mitre e outro para a Rua General Urquiza, nas esquinas com a Avenida Ataulfo de Paiva -, beneficiando cerca de 35 mil pessoas por dia.

antero1

Construída sob a praça Antero de Quental e a Avenida Ataulfo de Paiva, a estação é moderna, com dois níveis antes do acesso às plataformas de embarque e desembarque, e foi construída de forma a garantir a acessibilidade de todos os passageiros. O destaque arquitetônico é o painel de azulejos coloridos homenageando o surfista carioca.

antero 3

Veja mais fotos da estação aqui.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Estação Jardim Oceânico está pronta

Obras chegam a 97% de conclusão no trecho olímpico

O metrô chegou à Barra da Tijuca. Com a conclusão das obras civis e serviços de acabamento, a Estação Jardim Oceânico está pronta e segue, agora, com a finalização da instalação de sistemas e testes operacionais. Os novos trens da Linha 4 também já circulam em testes no chamado trecho olímpico.

IMG_20160630_063043027IMG_20160630_082612917

Esta é uma estação multimodal, pois um de seus três acessos está integrado ao terminal do sistema BRT, no canteiro central da Avenida Armando Lombardi. Os demais acessos estão na mesma avenida: na pista sentido Recreio, altura do prédio da Unimed, e próximo à Avenida Fernando Mattos, na pista sentido Zona Sul.

O projeto desta estação foi pensado de forma a privilegiar aspectos sustentáveis. Com arquitetura moderna, Jardim Oceânico tem um grande arco sobre o mezanino, com cerca de uma centena de pontos de captação de luz natural. Do lado de fora, este arco de concreto é um ‘telhado verde’, solução que oferece mais conforto térmico ao usuário no interior da estação e que estará integrada à reurbanização do entorno, serviço ainda em andamento.

IMG_20160630_082542429

A estação também foi construída com 350 metros à frente, de maneira a permitir futura expansão da linha metroviária sem interromper o seu funcionamento.

De acordo com a demanda prevista, 91 mil pessoas vão utilizar a estação da Barra da Tijuca diariamente.

Esta é a terceira estação com serviços finalizados, depois de Nossa Senhora da Paz e São Conrado. Com isso, a implantação da Linha 4 do Metrô chega a 97% de conclusão. As obras nas demais estações (Jardim de Alah e Antero de Quental) estão em fase final de acabamento, já com testes de sistemas operacionais, que tiveram início em janeiro e ocorrem por fases.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Antero de Quental ganha seu painel de azulejos

A Estação Antero de Quental, no Leblon, reverencia o clima praiano do bairro com um painel de azulejos coloridos que faz homenagem ao surfista carioca. Ao descer pelas escadas rolantes para acesso ao mezanino, os passageiros vão observar um surfista no mar, pegando onda.

painel antero2

O painel, do arquiteto Urbano Iglesias, colore uma parede de dez metros de largura por 3,10 metros de altura com tons de azul, branco, preto e laranja. Atrás desta parede, estará uma das áreas técnicas da estação, construída pelo Consórcio Linha 4 Sul, responsável pelas obras da Linha 4 neste trecho.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Estação São Conrado está concluída

A Estação São Conrado da Linha 4 do Metrô está pronta. Com a conclusão das obras civis e serviços de acabamento, a estação segue, agora, com a finalização da instalação de sistemas e testes operacionais. De acordo com a demanda prevista, 61 mil pessoas vão utilizar esta estação diariamente.

sco2

Construída no maciço rochoso, a estação terá três acessos de passageiros: Estrada da Gávea, na altura do antigo supermercado Extra; Avenida Niemeyer, altura da Igreja Universal da Rocinha; e Avenida Aquarela do Brasil, próximo à antiga concessionária Itavema. Há rampas e elevadores nos acessos, de forma a garantir a acessibilidade de todos. Quatro esteiras rolantes darão mais conforto ao deslocamento dos passageiros no acesso pela Avenida Aquarela do Brasil.

sco

O detalhe desta estação está nas claraboias das áreas de bilheterias. O teto envidraçado, com 16 metros de diâmetro, dá mais vida aos acessos à estação subterrânea, privilegiando a iluminação natural. Nesta imagem, o efeito noturno.

bilheteria

São Conrado é a segunda estação com serviços finalizados, depois da Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, concluída no final de maio. Com isso, a implantação da Linha 4 do Metrô chega a 96% de conclusão.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...
Video

Linha do Tempo: Estação Jardim de Alah

Em mais um vídeo da série que mostra a evolução das obras de implantação da Linha 4 do Metrô, o engenheiro Demilson Storniolo conta como foi, ano a ano, a execução dos serviços na Estação Jardim de Alah, no Leblon. Em fase de acabamento, a estação recebe escadas rolantes, pastilhas e placas de cerâmica coloridas. Os testes de sistemas operacionais também já são realizados.

Jd Alah

JAl 3

JAL 1

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Nossa Senhora da Paz está pronta

A Estação Nossa Senhora da Paz, no coração de Ipanema, está 100% concluída. Com o término das obras civis e serviços de acabamento, a estação segue com a finalização da instalação de sistemas e testes operacionais.

NSra2

Serão dois acessos de passageiros, pelas ruas Joana Angélica (com rampa e elevador) e Maria Quitéria, nas esquinas com a Rua Visconde de Pirajá. De acordo com a demanda prevista, 47 mil pessoas serão transportadas diariamente.

NSra3

NSra1

Painéis artísticos recebem os passageiros ao longo dos corredores até as bilheterias e a iluminação definitiva está posicionada de forma a dar destaque às obras: azulejos que contam a história do bairro, escultura de ferro recortado em homenagem à paz e um mosaico da padroeira de Ipanema, Nossa Senhora da Paz.

NSra4

Confira alguns tempos de viagem a partir da Estação Nossa Senhora da Paz:

Jardim Oceânico – 13 minutos
Cinelândia – 17 minutos
Carioca – 18 minutos
Saens Peña – 34 minutos

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Praça Nossa Senhora da Paz é devolvida à população

A Praça Nossa Senhora da Paz, no coração de Ipanema, foi devolvida à população, neste sábado, dia 28 de maio, com atividades para crianças e apresentações do grupo de teatro infantil Fabuloso Quintal de Histórias e da Banda de Ipanema. Durante toda a manhã, a praça ficou cheia. Com a conclusão das obras da Estação Nossa Senhora da Paz, todos estavam ansiosos para ver como a praça ficou.

IMG_20160528_094354473_HDR

O casal Maria Alice e José Paulo Ramagem, de 80 e 87 anos, caminharam pela praça relembrando os 53 anos de casados e toda uma vida no bairro. Maria Alice viveu com os pais em uma antiga chácara em frente à praça e estava feliz com a reabertura do espaço e a chegada do metrô. O marido também ficou satisfeito.

“Nos conhecemos em Ipanema e esta praça é muito querida. Achei que ficou mais bonita que no meu tempo de garoto. Continua arborizada e está cheia de vida outra vez” afirmou José Paulo.

IMG_20160528_093855430_HDR

O espaço é tombado e foi entregue conforme orientação do Instituto Rio Patrimônio da Humanidade (IRPH). O Consórcio Linha 4 Sul instalou novos brinquedos de madeira, em substituição aos antigos brinquedos de ferro.

IMG_20160528_094153910

Há bancos e bicicletários novos e iluminação reforçada. Durante as obras, 75,6% das árvores existentes na praça permanecem intactas. As espécies que precisaram ser transplantadas retornaram aos seus locais de origem e aquelas que, devido às características, não puderam ser cultivadas fora da praça, foram substituídas por novos exemplares. Houve ainda novos plantios de árvores. O monumento a Pinheiro Machado, que foi restaurado, também voltou ao local original da praça.

IMG_20160528_093705139_HDR

A reabertura da praça foi possível devido à conclusão das obras civis e dos serviços de acabamento da Estação Nossa Senhora da Paz da Linha 4 do metrô. Agora, a estação segue com a finalização da instalação de sistemas e dos testes operacionais.

O aposentado Irineu Francisco, de 58 anos, levou sua cadelinha Virinha para aproveitar o novo espaço destinado aos cães. “A praça ficou bonita. Foi restaurada e não perdeu suas características. Frequentava diariamente com a minha cachorra e estava com saudades”, disse ele.

IMG_20160528_093834597

O cirurgião dentista Marcelo Lacerda, de 48 anos, passava de bicicleta e não resistiu: “Como morador, acompanhei as obras e estava aguardando a reabertura da praça, que está muito bonita. Agora, estou ansioso para utilizar a nova linha de metrô”, comentou.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Barra da Tijuca: Estação Jardim Oceânico na etapa final

A Estação Jardim Oceânico, em fase final de acabamento, já está quase como o passageiro irá encontrá-la. Nas paredes, placas de cerâmica em tons de amarelo resguardam as fiações dos sistemas elétricos e operacionais da estação, que estão sendo testados.

joc acesso

Na área de circulação dos passageiros, serão quatro painéis artísticos, dois feitos com azulejos pintados, que retratam animais silvestres típicos da região, e outros dois em mosaicos coloridos, que valorizam os esportes náuticos e o estilo de vida ao ar livre da Barra. As roletas já foram instaladas e as bilheterias estão prontas.

20160513_110806

No acesso de passageiros conectado ao terminal do BRT, a escada rolante e o elevador estão montados e em testes. O terminal já ganhou piso de granito no andar de embarque e estrutura metálica.

20160513_111351

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Estações e ponte ganham iluminação definitiva

Restam só 6% dos serviços para a conclusão das obras da Linha 4 do Metrô e as estações, em fase de acabamento, já apresentam muitos dos elementos que os passageiros vão encontrar, quando a nova linha estiver em operação.

Este mês, a nova iluminação deu mais destaque aos acessos e áreas de circulação de passageiros das estações Nossa Senhora da Paz e Antero de Quental. Em São Conrado, a iluminação definitiva também já foi colocada e testada.

Acessos de passageiros

Acessos de passageiros nas estações

Painel da Estação Nossa Senhora da Paz

Painel da Estação Nossa Senhora da Paz

Além dos acessos em vidro, piso de granito, pastilhas decorativas e painéis artísticos, há rampas, piso tátil e elevadores, para garantir a acessibilidade de todos os passageiros.

Já na ponte estaiada, que liga os túneis escavados em rocha à Estação Jardim Oceânico, a instalação de toda a infraestrutura da parte elétrica foi finalizada, com passagem de cabos, tubos e eletrodutos. Agora, os colaboradores instalam fitas LED para iluminação das placas laterais da ponte. São 1.500 metros de fita, em tons de branco e azul. Assinada pelo artista das luzes Peter Gasper, a iluminação cênica também está em testes.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...