Trens simulam operação nos Jogos

Com o fim dos testes de circulação dos trens no chamado eixo olímpico, as seis composições do metrô que serão utilizadas durante o período dos Jogos agora circulam em ‘marcha em branco’, uma espécie de simulação da operação sem passageiros.

trem_antero

A fase de testes ocorreu durante as madrugadas do mês de junho e julho, em paralelo à conclusão das obras. Já a etapa atual prevê o treinamento da equipe de profissionais, a checagem de tempo do percurso entre as estações, a abertura e fechamento de portas, e aceleração dos trens.

Padrão internacional de segurança

Na reta final das obras da Linha 4, a Estação Jardim de Alah, no Leblon, será apresentada na próxima semana. Os serviços de acabamento estão sendo finalizados: pintura do teto e instalação de equipamentos de som e monitores, por exemplo, além da limpeza. O entorno também passa por reurbanização.

De acordo com o cronograma do Governo do Estado, a Linha 4 do Metrô entra em operação no dia 1º de agosto, antes dos Jogos Olímpicos, conforme planejado durante a execução das obras. Para sua implantação e funcionamento, o Governo do Estado e os consórcios construtores adotaram a norma mais rigorosa para funcionamento de metrô no mundo, a americana NFPA-130.

Facebook
Google
Twitter