Praça é reaberta à população

O contagiante sorriso estampado no rosto do jovem Guido Garcez, 20 anos, poderia muito bem marcar a reabertura oficial da Praça Antero de Quental, no Leblon, no sábado, dia 16. Portador de deficiência, ele se divertiu e aprovou, junto com a sua cuidadora Veronica Nunes, o balanço adaptado para cadeirantes instalado no novo parquinho. “Eu achei ótimo e ele também adorou. Nunca tinha visto um desses. Essa praça é a vida do Guido, que sempre veio brincar aqui”, revelou Veronica.

Praça foi reurbanizada e recebeu moradores

Praça foi reurbanizada e recebeu moradores no sábado

Consórcio Linha 4 Sul instalou balanço adaptado no parquinho

Consórcio Linha 4 Sul instalou balanço adaptado no parquinho

O balanço adaptado não foi a única novidade do parquinho infantil da praça, entregue à população no último sábado, dia 16. O espaço, que ganhou brinquedos de madeira, como escorrega e trenzinho e, foi o ponto preferido da criançada.

Os moradores do Leblon e aqueles que passavam pelo local se encantaram com a apresentação das crianças do projeto Ação Social pela Música, que fizeram um concerto de pouco mais de uma hora arrancando aplausos e elogios a cada canção. “Eles são maravilhosos. É um espetáculo”, comentou a psicóloga Henriette Sigres, de 69 anos, que fazia questão de registrar pelo celular a apresentação e cada detalhe da praça para mandar para a filha.

Crianças do projeto Ação Social pela Música fizeram concerto

Crianças do projeto Ação Social pela Música fizeram concerto

Expectativa pela inauguração do metrô

Ela e o marido, o norte-americano Gerald Heigen, moram na General Urquiza e ficaram felizes com a nova Antero de Quental. “Adorei! Ficou tudo ótimo! Espero que as pessoas conservem ela. Estou muito grata!”, disse. O esposo, de 73 anos, acompanhou de pertinho as etapas da construção da estação do metrô no bairro. “Eu tenho registros fotográficos de desde o começo das obras, desde quando colocaram os primeiros tapumes. Ficou o máximo!”.

Há alguns anos, os dois decidiram substituir o carro pelo transporte público e estão na expectativa. “Com o metrô na porta de casa já está melhor. Fizeram um grande trabalho”, completou Henriette.

Morador de Curitiba, mas com um apartamento no Leblon, o engenheiro civil André Volpi e o filho Francisco, de 1 ano, vêm com frequência ao Rio e já adotaram a Antero de Quental. “Está tudo muito lindo! Não é possível que alguém reclame disto aqui. A expectativa agora é descer”, disse, referindo-se a Estação Antero de Quental que vai beneficiar cerca de 35 mil pessoas por dia, segundo a demanda estimada.

Academia da terceira idade

O mecânico Luís Barbosa de Lima mora no bairro há quase 50 anos e estava com saudades do espaço. Foi se exercitando em um dos aparelhos que ele aprovou a nova Antero de Quental: “O Leblon estava precisando disso de volta. A praça estava muito abandonada antes das obras. Os aparelhos para a terceira idade também estão todos aprovados e a praça está muito bonita”, elogiou.

Área destinada à terceira idade ganhou novos equipamentos

Área destinada à terceira idade ganhou novos equipamentos

Quem também aprovou a praça, que ficou bastante movimentada pela manhã, foi o advogado Rafael Lima. “Está maravilhoso! Tudo lindo e muito melhor do que o esperado. Minha filha também gostou tanto que já está doida para voltar ao parquinho”.

Facebook
Google
Twitter