Colaboradores executam paredes e vigas de sustentação em Ipanema

Após a passagem do Tatuzão pela Estação Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, os colaboradores do Consórcio Linha 4 Sul iniciaram a construção das paredes e vigas de sustentação da via permanente.

A execução desses serviços dependia da partida do equipamento em direção ao Jardim de Alah. As plataformas de embarque e desembarque estão concluídas e a construção do mezanino já foi inciada. O acesso de passageiros pela Rua Joana Angélica está pronto. Na entrada pela esquina das ruas Maria Quitéria com Visconde de Pirajá, o acesso recebe acabamentos.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Primeiro ministro da China conhece trem da Linha 4

Foto: Governo do Rio | Clarice Castro

O governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, e o primeiro ministro da China, Li Keqiang, participaram, nesta quarta-feira (20/05), de visita ao Centro Administrativo do Metrô Rio. A autoridade conheceu um dos novos trens chineses da Linha 4 do Metrô, que entrará em operação no primeiro semestre de 2016. Mais quatro trens da nova linha desembarcaram no Porto do Rio de Janeiro no último dia 16. Dos 15 trens adquiridos para a Linha 4, nove já estão na cidade.

Trens da Linha 4

Cada composição tem seis carros, com capacidade para transportar 1.800 pessoas. Os vagões são equipados com ar-condicionado, painéis de LED com sistema informatizado de comunicação e câmeras de monitoramento interno, além de passagem interna entre os carros.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Trilhos da Linha 4 são instalados em Ipanema

Foto: Katarine Almeida

Foto: Katarine Almeida

Os trilhos da Linha 4 do Metrô estão sendo colocados nos túneis entre as estações General Osório e Nossa Senhora da Paz, em Ipanema. Já foram instalados mais de 300 metros neste primeiro trecho construído pelo ‘Tatuzão’, que agora escava sob a Rua Visconde de Pirajá em direção ao Jardim de Alah. Ao todo, são mais de 11.600 metros de trilhos montados na Linha 4.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Estação Jardim Oceânico: escadas e plataformas foram concluídas

Estação Jardim Oceânico. Foto: Katarine Almeida

Foto: Katarine Almeida

Foto: Katarine Almeida

As obras da Estação Jardim Oceânico, na Barra da Tijuca, avançam diariamente. As escadas e plataformas de embarque e desembarque já foram construídas. No rabicho, área de manobra que permitirá futura expansão em direção ao Recreio, foi finalizada a escavação e a impermeabilização das paredes. Os colaboradores se concentram, agora, na construção do teto da estação, na finalização do acesso de passageiros pela Rua Fernando Matos e na conclusão do mezanino.

A estação

Cerca de 91 mil passageiros usarão por dia a Estação Jardim Oceânico a partir de 2016. O trajeto da Barra à Ipanema será feito em 13 minutos. Para chegar ao Centro, o passageiro levará 34 minutos.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Identidade de gênero é tema de oficina no Projeto Pescar

Integrantes do grupo de pesquisa sobre Diversidade Sexual na Contemporaneidade da faculdade de Psicologia da Universidade Federal Fluminense (UFF) promoveram uma oficina sobre identidade de gênero entre os alunos do projeto Pescar, do Consórcio Construtor Rio Barra. Partindo de suas próprias experiências, os jovens discutiram temas como sexualidade, o papel de homens e mulheres na sociedade, bullying e preconceito.

IMG_7381

“O objetivo é entender como cada um constrói a sua identidade de gênero, independente da orientação sexual. Com a troca de experiências, os jovens começam a compreender melhor sua relação com o seu entorno, as pessoas que vivem nele e os conflitos que podem surgir a partir dessas questões”, explica o coordenador do grupo, Marcelo Ferreira.

IMG_7389

Divididos em duplas, os jovens ouviram as suas histórias e depois se apresentaram ao grupo, trocando as identidades. A dinâmica revelou situações delicadas já vividas pelos alunos e orientou a discussão. Os meninos e meninas também puderam esclarecer suas dúvidas com relação ao tema do encontro.

Aluna do projeto, a estudante Sara Crisóstomo, 16 anos, gostou da discussão: “Achei diferente e bem construtivo. Aprendi que não se deve discriminar as pessoas pela aparência, que temos que ser abertos a críticas e que, no final, todas as ideias e opiniões são construtivas para a nossa vida“.

 

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Relatório técnico

O relatório técnico sobre o acidente ocorrido na Praça Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, no dia 22 de abril, foi entregue nesta quarta-feira (13/05) à Secretaria de Estado de Transportes e à RioTrilhos.

De acordo com o documento, houve um fluxo de material do subsolo (areia e água), a aproximadamente 21m de profundidade, para dentro do poço de ventilação da estação. Este fato acarretou a acomodação do terreno e desequilibrou a pilha de segmentos de aduelas, que tombou e empurrou a grade da praça para a calçada, atingindo um pedestre.

O fluxo de material se deu em função de um vazamento brusco e repentino, sendo imperceptível desde o início do processo de escavação e até o momento do evento. A metodologia construtiva e seu seqüenciamento foram seguidos conforme o previsto no projeto. Durante a escavação, concluída sete dias antes do incidente, foram realizadas vistorias das juntas das paredes da estação, não havendo qualquer sinal ou indício de anormalidade ou fluxo de material. Por isso, o acidente foi caracterizado como súbito e imprevisível.

A partir do momento que se observou o problema, o consórcio adotou as medidas corretivas previstas no Plano de Contingência, como o aterramento interno do local, fazendo cessar a entrada de material e estabilizando o terreno. Paralelamente, a parte externa foi preenchida com concreto fluido de modo a evitar a propagação da acomodação do terreno.

O documento esclarece ainda que não há qualquer relação entre o peso dos segmentos de aduelas e a acomodação do terreno, e que as peças de concreto não estavam sendo movimentadas no momento do incidente. Assim, o tombamento da pilha de aduelas se deu por um fato superveniente de movimentação do terreno, provocado por um brusco carreamento subterrâneo de solo.

O consórcio adota os melhores procedimentos na execução da Linha 4 do Metrô, respeitando sempre as mais rigorosas normas técnicas nacionais e internacionais.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

São Conrado: obras da estação entram em fase de acabamentos

Segue em ritmo acelerado a construção da Estação São Conrado, que beneficiará cerca de 61 mil usuários por dia, a partir de 2016. A estação está em fase de acabamentos no mezanino e salas técnicas. Os acessos, pela Rocinha e pela Estrada da Gávea, já foram construídos e terão piso de granito, assim como as plataformas de embarque e desembarque.

O Consórcio Construtor Rio Barra (CCRB), responsável pelas obras entre Gávea e Barra, prossegue as escavações a céu aberto do acesso em frente à Igreja Universal da Rocinha.

O tempo de viagem entre as estações São Conrado e Carioca, no Centro, será de 27 minutos. Para chegar até a Estação Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, o passageiro levará 6min59s.

estação

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...
Images

Desmonte de rocha no Jardim de Alah começa no dia 15 de maio

A escavação da Estação Jardim de Alah da Linha 4 do Metrô (Barra da Tijuca – Ipanema) alcançou a profundidade da laje de fundo, por onde vão passar os trens. Neste ponto, há um trecho de rocha que precisa ser desmontado para dar continuidade à construção. Este serviço será realizado a partir desta sexta-feira, dia 15 de maio. A previsão é que o trabalho dure aproximadamente 90 dias.

Os desmontes de rocha poderão ser feitos até quatro vezes por dia, de segunda a sexta-feira, entre 8h e 18h. O serviço não será diário.

Clique na imagem para conhecer mais detalhes do desmonte:

desmontederocha

No momento da execução do serviço, a circulação de pedestres será interrompida por apenas 2 minutos no trecho entre entre a Avenida Borges de Medeiros e a Rua Almirante Pereira Guimarães da Ataulfo de Paiva. A atividade não oferece nenhum risco ao entorno. Profissionais do Consórcio Linha 4 Sul vão orientar os pedestres neste período. O comércio continuará funcionando normalmente.

Cada desmonte será precedido por três toques de sirene e, após a conclusão do serviço, uma nova sirene será acionada. Os sinais servem para avisar internamente sobre cada etapa do processo na obra, e também para que moradores e comerciantes saibam que um novo desmonte será realizado. O consórcio implantou um mecanismo que diminui os efeitos de deslocamento do ar e consegue minimizar os ruídos e vibrações durante as escavações em rocha.

Nesta quinta-feira, 14, o Consórcio Linha 4 Sul fará um simulado de todo o processo.

Comunicação com a comunidade

Para informar sobre esse novo serviço, o secretário de Estado de Transportes, Carlos Roberto Osorio, e o Consórcio Linha 4 Sul realizaram apresentações sobre o trabalho de desmonte de rocha para moradores da região e visita à futura Estação Jardim de Alah. Folhetos informativos também são distribuídos nos imóveis e estabelecimentos comerciais da área de influência da obra.

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Finalizada escavação dos 10,5km de túneis em rocha

A presidente Dilma Rousseff, o governador Luiz Fernando Pezão, o secretário estadual de Transportes, Carlos Roberto Osorio, e o prefeito Eduardo Paes conheceram nesta terça-feira, 12, o maior bitúnel construído em rocha entre duas estações de metrô do mundo. A bordo do trackmobile (um caminhão especial para circulação sobre trilhos), as autoridades percorreram o trecho de 5km entre São Conrado e a Barra da Tijuca.

Roberto Stuckert

Foto: Roberto Stuckert Filho/ PR

No fim do trajeto, a presidente Dilma cumprimentou e posou para fotos ao lado de cerca de 100 operários do Consórcio Construtor Rio Barra, que trabalham na construção do trecho Ipanema-Barra da Linha 4 do Metrô.

Metro_Linha4_Shana_Reis (7)

Foto: Shana Reis/ Governo do RJ

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...

Operários recebem cuidados especiais com a saúde

A Linha 4 do Metrô não dispensa as boas práticas com a saúde dos colaboradores. Há diversos bebedouros à disposição dos funcionários em todos os canteiros do Consórcio Linha 4 Sul. Além disso, faz parte da rotina diária dos operários o uso do bloqueador solar, óculos de sol e um isotônico para hidratação. A conscientização sobre os cuidados com a saúde também é reforçada frequentemente por meio do Diálogo Diário de Segurança (DDS).

saúde_cuidados

 

Facebook
Google
Twitter
Leia mais...